segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Dança do Ventre NÃO é Strip tease !



É isso mesmo gente e sabem o porquê deste meu post? Porque ontem aconteceu uma situação que sempre me deixou e ainda me deixa muito triste e tenho certeza de que todas professoras de Dança do Ventre e bailarinas já escutaram a mesma coisa muitas vezes.

Sempre que o assunto surge quase que 100% das pessoas falam a mesma asneira:

Dança do Ventre?! "hummm..."      E diz também: "ai,acho lindooo..."      Até aqui tudo bem.   

A conversa ainda está num nível aceitável... Masss.... Infelizmente na próxima frase a coisa fica neste nível quando a pessoa diz: "E aí, já dançou para o fulano?"

Se for uma mulher ela vai dizer o seguinte: "ai, acho lindooo, e eu ainda quero aprender pra fazer uma dança pro meu marido/namorado" ou qualquer outro cara que ela esteja interessada.

Poxa vida! Olha quase ninguém fala da dança pela dança, dançar para si mesma, para entrar em contato consigo mesma, com seu corpo, com sua alma, poxa dançar para o marido? Dançar para o namorado? Ah por favor né !!! afff...

Assim como eu, existem milhões de professoras de Dança do Ventre no mundo inteiro. Coreógrafas, bailarinas profissionais de palcos, teatros, eventos, festivais e concursos de dança, assim como as profissionais de balé, jazz e danças de salão por exemplo.

Esta visão simplista e vulgar de que a Dança do Ventre seja apenas isso é uma visão distorcida, vulgar e caricata.

Nós que somos bailarinas sabemos o tanto que o estudo desta arte representa, em tempo, em dedicação, em investimento e gasto em cursos, workshop e tudo o que pudermos fazer para nos aperfeiçoar cada vez mais como bailarinas e professoras, para depois ouvir alguém totalmente desenformado nos comparar uma stripper árabe. Fala sério, é revoltante!

Olha to furiosa mesmo, pois a horas eu já estava farta de ouvir este tipo de coisa, é só falar em Dança do Ventre que pronto...os homens enxergam logo um harém de mulheres, sim, várias, se rebolando com pouquíssima roupa e as mulheres se imaginam se rebolando com pouca roupa para os caras... lamentável. Depois vão quer reclamar e exigir direitos femininos, exigir respeito, se elas mesmas se colocam numa bandeja como um pedaço de carne.

A TV em nada ajuda também, pois do pouco que se vê sobre Dança do Ventre na mídia, quase que na totalidade são apresentações ridículas e de péssimo gosto, salvo raras exceções. E aí cada vez mais e mais a Dança do Ventre continua mergulhada nesta aura erótica vulgar!

Ontem conversando com uma moça, falando sobre dança, quando eu falei que dançava e também dava aulas de Dança do Ventre a primeira coisa que a criatura me disse foi a tal frase: "ai acho lindo..." aí eu respirei fundo e me preparei para o que vinha depois... a dancinha erótica e infelizmente foi exatamente o que aconteceu. Nessa hora eu sempre falo sobre o que é realmente a dança, sobre o dançar para si mesma e não para agradar sexualmente um parceiro, mas olha minha paciência se esgotou mesmo.

A Dança Oriental Árabe merece sim tanto respeito quanto o Balé ou qualquer outro estilo de dança, somos bailarinas sim e Dança do Ventre não é dancinha erótica para agradar o sexo oposto, nem mesmo o mesmo!

É claro que a dança tem o lado da sensualidade, sim, mas na verdade é algo que não necessita ser forçado, pois a sensualidade é natural em toda mulher.

Infelizmente com a vida moderna e a luta pelos direitos iguais, acabamos todas nós perdendo nossa feminilidade natural e muitas mulheres acabam tendo este retorno a sua feminilidade através da dança, isso sim é muito legal e deve ser divulgado, com cuidado e respeito à dança, devemos estimular o aprendizado da dança para benefício de nós mesmas e não para agradar ou para atrair e muito menos para segurar homem nenhum.

Mulheres do mundo, vamos dançar para nós mesmas, vamos aprender a arte da Dança do Ventre que exige dedicação e muito estudo de uma vida inteira.

Vamos valorizar os benefícios que esta dança pode nos proporcionar em todos os setores da vida e vamos lutar contra este estigma que foi associado a dança.


Dança do Ventre é o dom de traduzir música e sons com nosso corpo!

Dança do Ventre é espetáculo!

Dança do Ventre também é ARTE!







Luz & Amor,
Janahina Borges







                      

14 comentários:

  1. Faço minhas as suas palavras amiga!!! É a pura verdade... ultimamente eu não ando com paciência...kkkkkk...!

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!

    Com toda a certeza a dança do ventre não é uma dança para se levar desse jeito. É para ser levada a sério com muito profissionalismo e tem muita gente que tem preconceito dizendo que é coisa de vagabunda. Já tive varias pessoas que me disseram isso, eu fico muito chateada com essa situação. Eu amo a dança do ventre! Faço na escola Amarein Bellydance e um dia quero dar aula e ser bailarina profissional. Confesso que já dancei para meu marido sim!! Ele amou, dancei com muito amor, mas é diferente por que eu faço e entrei na dança do ventre, não pelo meu marido, mas sim, por que sou apaixonada pela dança desde pequena e levo muito a sério ela. O fato é: dançar para o marido não é problema, mas sim entrar para dança com esses tipos de objetivos.

    Um abraço

    Priscila Vilar

    ResponderExcluir
  3. Oiii Patrícia, obrigada por seu comentário amiga,fico muito feliz por vc estar se dedicando ao estudo da dança e que já esteja pensando em ser bailarina também. Concordo também sobre dançar para o marido, eu também já dancei para o meu, acho que não tem nada demais mesmo, dançar com amor e por amor, é maravilhoso, o que não é legal é esta coisa negativa que se formou em torno da dança do ventre sendo considerada apenas dança erótica né... espero que a gente possa continuar em contato ok...Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Super bom o texto e infelizmente continua atualíssimo !!!

    ResponderExcluir
  5. é sim Camilla, infelizmente continua...mas vamos nos unir e lutar contra este estígma!!! divulga sí... quanto mais bailarinas se unirem melhor...
    Bjsss

    ResponderExcluir
  6. Olá minha querida ! é fogo , mas td isso que vc escreveu , acontecia antes , e infelizmente ainda acontece hj . Canso de ouvir esses comentários, canso de ouvir "Ai ! to louca pra fazer aquela dança dos 7 véus pro fulano" ...
    Todas nós deveriamos aderir a esse"movimento" , mas nem todo mundo pensa assim né . Depende de nós mudar a "fama" que a DV ainda carrega . Um super bjo

    ResponderExcluir
  7. Tudo certo, fofa. Mas o fato é que não é uma campanha na internet que vai mudar isso. Discutíamos isso em 2003, no início das comunidades do Orkut e a pauta não mudou. Sâo séculos de cultura sexista, de orientalismo distorcido. Vamos mudar uma meia dúzia pela aula e pelo exemplo. E olhe lá. É apenas um moinho de vento, amiga Quijote. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. A dança para mim funciona como uma terapia.E com se eu me encontrasse comigo mesma.A seduçao ta nos olhos de que ve

    ResponderExcluir
  9. Não vejo nenhum problema em dançar para agradar o esposo ou namorado... o que não pode haver é erotismo da arte! Sou enfermeira e acho horrivel dizer que toda enfermeira é safada com aquelas fantasias de enfermeira micro saia e cruz vermelha nos peitos etc... não sou contra quem usa afinal cada um sente prazer no que quer, só não pode generalizar nossa ARTE DO CUIDADO. Eu quero aprender dança do ventre sim sentir som corpo sim, acho uma arte sim e quero agradar meu esposo com essa dança também sim e não vejo nada de mal nisso.

    ResponderExcluir
  10. Realmente é muito triste perceber que muitas pessoas reduzem uma arte tão rica em cultura e beleza a um mero artificio sexual, como se fosse possivel comprar dança do ventre no sexy shop.
    Concordo com você em quase tudo. Apenas não concordo que lutar por direitos iguais nos faça perder a feminilidade. O buraco é muito mais embaixo. Posso lutar pelos meus direito e ser muito feminina assim como posso não ser nada feminina e ainda assim ser muito mulher. Feminilidade é subjetivo, lutar contra o sexismo não.
    A prova de que ainda temos muito que evoluir é essa concepção deturpada que algumas pessoas tem sobre a dança do ventre.

    ResponderExcluir
  11. Quem não vê nada de errado em usar a dança oriental para o erotismo, é porque não tem a minima ideia do que uma bailarina e professora de dança do ventre passa.
    Só nós sabemos o quanto nos custa essa falta de informação!

    ResponderExcluir
  12. oiie gente eu comecei na dança do ventre como terapia para reconstruir minha autoestima e estou me dando super bem, e tambem soou totalmente contra essa ideia de que ma dança tao importante e tão rica em cultura como essa seja "taxada" como um tipo de dança erotica... realmente nada contra em voce aprender e querer fazer ma apresentaçao para se marido ou namorado, tudo bem, mas é que a dança do ventre deve ser vista como ela é, uma dança cheia de cultura...

    ResponderExcluir
  13. I've just installed iStripper, so I can watch the best virtual strippers on my desktop.

    ResponderExcluir